PARKINSON: PRINCIPAIS SINTOMAS DA DOENÇA

diamundial parkinsonDIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO DA DOENÇA DE PARKINSON

SINTOMAS

(Publicado pela equipe da MAYO CLINIC em 01/04/2015)

Os sinais e sintomas da doença de Parkinson podem variar de pessoa para pessoa. Sinais precoces podem ser leves e podem passar desapercebidas. Sintomas começam frequentemente em um lado do corpo e usualmente ficam piores neste mesmo lado, mesmo após os sintomas começarem a afetar ambos os lados.

Sinais e sintomas podem incluir:

  • Tremores de Parkinson

Um tremor normalmente começa num membro, frequentemente nas mãos oou nos dedos. Podem ser notados movimentos de vai e vem de seus dedos polegar ou indicador. Uma característica comum da doença é o tremor das mãos quando em estado de relaxamento (em descanso).

  • Movimentos lentos (bradicinesia)

Com o tempo, a doença pode reduzir a capacidade de movimentos tornando-os mais lentos, fazendo com que tarefas simples demorem mais tempo. Os passos podem ficar mais curtos ao caminhar, ou pode haver dificuldade de se levantar da cadeira. Também, o caminhar pode ser dificultado pelo arrastar dos pés.

  • Rigidez muscular

Rigidez muscular podem ocorrer em qualquer parte do corpo. Esta rigidez diminui a amplitude do movimento dos membros e causa dor ao movimentar.

  • Problemas de postura

A postura pode ficar curvada ou ter problemas de equilíbrio.

  • Perda de movimentos automáticos

A doença pode produzir uma diminuição da capacidade de executar movimentos automáticos, como piscar, sorrir ou balançar s braços ao andar.

  • Alterações na fala

Dificuldade de falar suave, de falar rapidamente, de pronunciar ou ter hesitações em conversas. A fala torna-se mais monotônica sem as naturais entonações de voz.

  • Alterações de escrita

Escrever pode se tornar uma tarefa difícil e as letras ficam menores.

QUANDO PROCURAR UM MÉDICO

Procure um médico se você estiver sentindo algum destes sintomas associados à doença de Parkinson  – não apenas para diagnosticar a doença mas também para eliminar eventuais outras causas dos sintomas.

REFERÊNCIAS

Tradução livre: T. MIZUTANI

email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *