O QUE TEM A VER O TERAPEUTA OCUPACIONAL COM OS IDOSOS?

Terapeuta ocupacionalHoje, dia 13 de outubro –  é DIA DO TERAPEUTA OCUPACIONAL.

O Terapeuta Ocupacional é profissional imprescindível e de extrema importância, que tem como objetivo principal, proporcionar uma VIDA COM QUALIDADE, através do resgate da INDEPENDÊNCIA e da AUTONOMIA de pessoas que, por algum motivo,possuem alguma disfunção ou sequela. Consequentemente, através deste resgate produz um aumento da autoestima e, em última instância, promove uma melhoria na qualidade de vida.

Nada mais justo, portanto, do que homenagear este profissional nesta data.

A importância do terapeuta ocupacional na equipe interdisciplinar

O Terapeuta Ocupacional é, hoje em dia, mais conhecido nos grandes centros, onde, regra geral, integra a equipe interdisciplinar de reabilitação de pacientes e executa  atividades nas esferas motora, cognitiva e emocional.

Sua contribuição é de fundamental importância num plano de reabilitação, em que faz uso de atividades terapêuticas para alcançar os objetivos traçados após avaliação do paciente, tanto nos aspectos físico como cognitivos, emocionais e ambientais. Estas atividades são previamente analisadas, adaptadas e dosadas às condições de cada paciente, de modo a alcançar os resultados esperados no plano de reabilitação.

Em resumo, o Terapeuta Ocupacional vai trabalhar na reorganização da vida do paciente que tinha uma vida normal e agora enfrenta uma dificuldade. Diferentemente da ação do fisioterapeuta, que vai atuar mais na recuperação da parte física e motora do paciente, o terapeuta ocupacional atua na questão emocional, de forma a ajudar essa pessoa a voltar à sua rotina.

ESPECIFICAMENTE NOS CUIDADOS COM IDOSOS

Na chamada TERCEIRA IDADE atividades comuns do dia a dia podem se tornar grandes desafios, tais como fazer a higiene pessoal, vestir-se, fazer as refeições e outras.

A Terapia Ocupacional trabalha o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida de idosos, através de atividades que estimulem os aspectos físicos, emocionais e cognitivos.

Com a utilização da tecnologia assistida a Terapia Ocupacional faz adaptações de instrumentos e peças de equipamentos, por exemplo, utilizados na alimentação, higiene e locomoção, de modo que o idoso não tenha perda de energia e consiga realizar tarefas com mais independência.

Outra atividade da Terapia Ocupacional é a adaptação do ambiente em que vive o idoso para oferecer maior segurança, através de adequações de móveis, instalação de equipamentos que facilitem o acesso, a locomoção, melhorem a iluminação; instalação de barras de apoio nos banheiros, ao lados dos vasos sanitários, nos corredores; colocação de objetos de uso pessoal em locais de fácil alcance das mãos, placas indicadoras que ajudem a localização espacial.

Também faz uso de atividades lúdicas como artesanato, pintura, música, dança entre outras além de exercícios de estimulação cerebral, que estimulem as funções cognitivas e motoras.l

                          PARABÉNS, TERAPEUTAS OCUPACIONAIS!!

 

email

This entry was posted in Saúde e Cuidados by Cida Griza. Bookmark the permalink.
Cida Griza

About Cida Griza

. Especialista em Saúde Mental, Psicopatologia e Psicanálise - PUC/PR . Especialização em Atenção à Saúde do idoso (Gerontologia) - UFSC/SC . Coordenadora da Abraz-Subregional de Joinville/SC (2002 - 2010) . Professora Universitária na disciplina de Geriatria e Gerontologia - ACE/SC . Professora do curso de pós graduação em Gerontologia - FURB/SC . Professora do Grupo ECM - Estimumlação Cognitiva e Motora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *