Novo conceito de envelhecimento

novo-simbolo-estudoPREVENÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE
Definitivamente a imagem de um velhinho com uma das mão nas costas, curvado, apoiando
o peso dos anos em uma bengala não representa mais os seniores de mais de 60 visto que não traduz a feliz realidade que constatamos. Segundo dados da PNADs – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio,  da população de 24,8 milhões de idosos acima de 60 anos ( dados de 2013 do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) 3,7 milhões moram sozinhos, o que representa um aumento de 215% no período de 1992 e 2012.
A propósito, o publicitário Max Petrucci, 46 anos, dono da Agência de Publicidade GARAGE (junto com a ItsNOON e Catarse) lançou um projeto, denominado “A nova cara da Terceira Idade”, propondo uma atualização deste símbolo, uma nova versão sem bengala, sem mão nas costas.
Pois bem, esse novo olhar sobre a chamada Terceira Idade, tem tudo a ver com a qualidade de vida e a realidade atual da população idosa.
Dentre as várias hipóteses que tentam explicar este fenômeno, além do aumento da expectativa de vida e da mobilidade que permitem filhos viverem em outras cidades que não a dos pais, é inegavelmente, a maior preocupação com a saúde. Pessoas estão mais conscientes com os cuidados de bem estar e procuram manter se em dia com os exames preventivos.
Então a palavra de ordem é PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE. Ações de  prevenção e promoção da saúde propiciam condições efetivas para a manutenção da independência e a da autonomia. Vejamos a diferença entre autonomia e independência? Autonomia refere-se à capacidade de gerir a própria vida e de tomar decisões. Independência refere-se à capacidade de realizar atividades cotidianas sem auxílio.
O alcance desta independência e autonomia, está alicerçada no exercício constante e sistemático de atividades que preencham saudavelmente e com segurança o dia a dia, de modo a dar ao idoso condições de reduzir ao máximo situações que os levem a sensações de solidão. Uma das teses defendidas por geriatras e psicólogos é a importância do convívio com familiares e com amigos, que contribui notavelmente para prevenir assim a ocorrência de estados de depressão.
A aplicação de um plano cuidadoso de atividades prazerosas, alimentação balanceada, cuidados estéticos, socialização e exercícios  físicos adequados, é complemento recomendável para prevenção e preservação da saúde. Um corpo em ordem com saúde e momentos de alegria com amigos e com os familiares, elevam a auto estima, que por sua vez trazem mais alegria, produzindo um círculo virtuoso.
Caminhadas, passeios, troca de experiências, arte, música, dança, aprendizado de novas línguas, informática fazem parte do elenco de atividades que poderão ser aplicadas como ações positivas e transformadoras.
Atualmente existem instituições, chamadas CENTRO DIA que oferecem planos personalizados de atividades, desenvolvidos com base em amplo conhecimento e experiência de profissionais em envelhecimento saudável e equilibrado.

 

email

This entry was posted in Direitos, Saúde e Cuidados by Cida Griza. Bookmark the permalink.
Cida Griza

About Cida Griza

. Especialista em Saúde Mental, Psicopatologia e Psicanálise - PUC/PR . Especialização em Atenção à Saúde do idoso (Gerontologia) - UFSC/SC . Coordenadora da Abraz-Subregional de Joinville/SC (2002 - 2010) . Professora Universitária na disciplina de Geriatria e Gerontologia - ACE/SC . Professora do curso de pós graduação em Gerontologia - FURB/SC . Professora do Grupo ECM - Estimumlação Cognitiva e Motora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *