É proibido dirigir! Alzheimer: quando parar de dirigir.

parar de dirigir8 sinais indicadores para um portador de Alzheimer parar de dirigir.

Convencer uma pessoa com Alzheimer de que ela tem que parar de dirigir o carro, pode ser uma das mais difíceis tarefas que um cuidador vai enfrentar.

Imagine como você se sentiria se fosse proibido de dirigir – pegar o carro, ir aonde quiser e quando quiser, NÃO PODE MAIS. Sua liberdade, autonomia e mobilidade se foram, e subitamente você tem que contar com a ajuda de outros para suas necessidades de deslocamento. Continue reading

Que tal sorrir? Vamos rir muito, gente!

sorrir

Hoje vamos mudar um pouco o clima. Vamos falar de como se manter jovem.

DICAS PARA MANTER-SE JOVEM …

1.. Elimine os números que não são essenciais. Isto inclui a idade , o peso e a altura..
Deixe que os médicos se preocupem com isso.  Continue reading

22 Dicas de sobrevivência para Cuidadores de Alzheimer

cuidadores22 Dicas para sobrevivência de Cuidadores de Alzheimer

O objetivo deste artigo é sugerir algumas dicas Importantes para a Saúde do Cuidador de Alzheimer que possam ajudar o cuidador a sobreviver e evitar alguns efeitos negativos, frequentemente associados ao estresse.

Embora já tenhamos tratado do assunto no artigo “Você sabe o que é ‘burnout‘ de cuidador?” voltamos a ele dada sua relevância na vida das famílias e dos cuidadores que convivem com esta doença.

Caro CuidadorContinue reading

É possível ou não reduzir os riscos de Alzheimer?

riscos de demênciaÉ ou não é possível reduzir os riscos de demência de Alzheimer?

Não existe fórmula mágica quando se trata de prevenção à doença de Alzheimer e redução de riscos de demência em geral. Mas todos nós que temos acompanhado a doença gostaríamos de perguntar:

“É possível retardar o surgimento da doença de Alzheimer e outras demências relacionadas?”

Consideremos esta simples estatística – se houvesse algum meio de retardar a doença por 5 anos, o número de pessoas atualmente com Alzheimer poderia ser cortado pela metade.

“Isto mesmo – redução de 50% de casos”. Continue reading